terça-feira, 4 de junho de 2013

Em torno do castelo se efetivou a promessa divina: “Procurai primeiro o reino de Deus e a sua justiça, e tudo o mais vos será dado por acréscimo"

Le Lude, França
Castelo de Le Lude, vale do Loire, França

Desde a “motte” primitiva, não encontraremos no castelo nada que lembre príncipes românticos nem torvos tiranos.

Há apenas, porém no mais alto grau, o ambiente para uma vida austera, temperante e cheia de espírito de sacrifício.

Através dos séculos, enquanto o castelo evolui — de um lado tornando-se mais poético e cheio de encanto, e de outro mais severo e importante — a vida nele continua no mesmo teor.

Porque na Idade Média os homens viviam com os olhos postos no alto, na eternidade, em Deus, e a existência terrena era para eles apenas uma provação transitória, na qual deveriam ajudar-se mutuamente como membros da mesma família — a família de Deus.


Loches
Castelo de Loches, França
Este é o sentido profundo da base familiar da sociedade feudal: uma cidade onde todos os homens, por mais humildes que fossem, tinham na estrutura social um lugar digno de filhos de Deus.

Onde os que estivessem por cima tutelavam e protegiam os que estivessem por baixo.

Onde reinava entre os homens o espírito de caridade, respeito e união que existe numa família verdadeiramente católica.

Era o oposto, o contrário da civilização socialista, que nivela todos os homens e os deixa despersonalizados, isolados, desamparados ante o Estado todo-poderoso, sem vínculos que os unam, sem o carinho e o amor de que necessitam.

A glória do feudalismo lhe vem de ter sido feito por homens que foram fiéis à graça.

Quando os bárbaros arrasaram tudo, os primeiros senhores feudais poderiam ter-se deixado esmagar; era até normal que ante tal onda de devastação eles fraquejassem, como se deu em tantas circunstâncias análogas através da História.

Mas Deus lhes pediu um supremo esforço para que, sob o influxo da Igreja, da barbárie surgisse uma nova civilização de esplendor incomparável.

Warwick, interior
Castelo de Warwick, Inglaterra
Verdadeiros cristãos, eles — e tantos outros depois — corresponderam à sua vocação.

Reagiram, enfrentaram a adversidade.

Com o suceder das gerações, aplicadas todas no mesmo esforço dirigido e fecundado pela Igreja, construíram a civilização cristã medieval.

O feudalismo foi, acima de tudo, a realização da promessa divina: “Procurai primeiro o reino de Deus e a sua justiça, e tudo o mais vos será dado por acréscimo”.

Windsor, pátio interno do castelo real
Windsor, pátio interno do castelo real

(Fonte: “Catolicismo”, nº 57, setembro de 1955)


GLÓRIA CRUZADAS CATEDRAIS ORAÇÕES HEROIS CONTOS CIDADE SIMBOLOS Voltar a 'Glória da Idade MédiaAS CRUZADASCATEDRAIS MEDIEVAISORAÇÕES E MILAGRES MEDIEVAISHERÓIS MEDIEVAISCONTOS E LENDAS DA ERA MEDIEVALA CIDADE MEDIEVALJOIAS E SIMBOLOS MEDIEVAIS

Um comentário:

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.